A comunidade do Alemão ganhou medalha de ouro em cidadania, ao comparecer em grande número às atividades organizadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos da prefeitura do Rio, na Vila Olímpica que atende a região. Foram 1.157 atendimentos realizados, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos. Moradores do complexo e bairros adjacentes tiveram acesso aos serviços prestados pela SMASDH, como a atualização do Cadastro Único, para quem recebe benefícios do governo federal, registro de identificação civil, em parceria com o Detran, além de vários serviços de saúde que integram o Projeto QualiMóvel, que inclui exames oftalmológicos, odontológicos, aferição da pressão, medição de glicose, entre outros.

Várias atividades recreativas agradaram as crianças da comunidade, coordenadas pela equipe do Projeto Circulando. Contadores de história com fantoches, oficinas de pinturas, jogos integrando pais e filhos, levaram alegria a uma região marcada por conflitos. “O poder público não pode ser representado aqui apenas pelo uniforme da polícia. Além da segurança, o povo mais humilde de nossa cidade precisa de oportunidades para melhorar a vida. Educação que motive os alunos a permanecerem na escola, atenção com a saúde, geração de empregos, tudo isso se insere na filosofia de trabalho do prefeito Marcelo Crivella; pois cuidar das pessoas tem sido o nosso compromisso”, afirma a secretária Teresa Bergher.

Nivaldo Soares, 59 anos, morador de Bonsucesso, chegou cedo à Vila Olímpica para fazer exame de vista. Escolheu a armação vermelha e preta, pois é flamenguista, e já na semana que vem estará com os óculos novos.
A sra. Geneci Barreto, 54, mora na comunidade e, depois de assistir a chamada na TV para a ação social que aconteceria hoje, chegou animada para fazer, pela primeira vez, o exame oftalmológico. Mais tarde, a pedido da filha, aferiu a pressão e fez a medição da glicose. “Adorei saber desse evento aqui, dentro da minha comunidade, mais prático e rápido, impossível”, disse satisfeita.
A apresentação da ginástica artística foi um show à parte. O grupo, formado por 12 meninas, entre 5 e 18 anos, encantou a todos. Stephany Lima, 18 anos, pretende seguir a mesma carreira da professora Michele Sandes. “Quero me formar em educação física e me especializar em dança”, afirmou.
Manuela Carvalho, 5 anos, é a mascote do grupo, diz que adora dançar e que está muito contente em participar da equipe. “Quero ser atleta olímpica”, sonha Manu.
Durante o exame odontológico, o que mais chamou a atenção de Maria Isabel Santos, 5 anos, foi saber que colocaria flúor nos dentes. “A dentista me disse que não dói e que isso vai fazer meus dentinhos ficarem mais fortes. Não tenho medo”, contou Maria Isabel.

0 comentário em “Ação social no complexo do alemão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s