Muitas denúncias no aumento da população em situação de rua. Mais grave é o crescimento assustador dos usuários de crack. O acolhimento não é permitido compulsoriamente. Entretanto, não existem políticas públicas no município para atender a esses dependentes químicos. A Prefeitura a cada ano reduz drasticamente o minguado orçamento na assistência social. Daí o resultado da insalubridade e abandono em que se encontram os “centros de acolhimento”, para onde os desabrigados não querem ir.
A comissão de direitos humanos, presidida por mim, iniciou ontem, visitas a essas desumanas unidades.

Assista abaixo, o vídeo da minha visita e comprove!

#bastidores #fiscalização #abrigosmunicipais #centrosdeacolhimento #insalubridade #abandonototal #poderpúblico  #prefeituradorio  #riodejaneiro #rj #comissão #direitoshumanos #teresabergher  #vereadoradoRio  #garraecoragememdefesadoRio

Professora por formação, comecei a fazer política há 35 anos, ao lado do meu marido, o falecido deputado Gerson Bergher. Fui subprefeita de Copacabana e administradora regional da Maré. Estou no meu quarto mandato parlamentar, e sou reconhecida como uma fiscalizadora implacável do orçamento municipal do executivo, além de presidir hoje com muito êxito a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos na Câmara Municipal do Rio.

0 comentário em “ABANDONO PÚBLICO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s