Não há profissionais qualificados, unidades de saúde com estrutura adequada, recursos em geral. Defensoria Pública, MP, vereadores, assistentes sociais, sociedade civil, representantes das secretarias de assistência social e de saúde, enfim, todos foram unânimes em dizer: a Prefeitura do Rio não tem estrutura para tratar dependentes químicos e pacientes psiquiátricos em situação de rua. A constatação foi feita na audiência pública da Comissão de Direitos Humanos, que ontem presidi, sobre internação involuntária. A prefeitura vem fechando os olhos para o crescimento alarmante da população de rua, principalmente dos usuários de crack. Em 2017 eram menos de 400 pessoas nessa situação. Hoje, fala-se em mais de 4 mil. As secretarias de saúde e assistência social precisam se mexer. Há inúmeras pessoas nas ruas sem qualquer capacidade de discernimento, colocando a sua própria vida e a de outros em risco. Até quando o prefeito vai continuar de braços cruzados?

Assista a um trecho da audiência no link abaixo: https://www.facebook.com/teresa.bergher.rj/videos/2396058213813443/

#audiênciapública #internaçãoinvoluntária #comissãodedireitoshumanos #câmaramunicipaldoRio #teresabergher #vereadoradoRio #garraecoragememdefesadoRio

Professora por formação, comecei a fazer política há 35 anos, ao lado do meu marido, o falecido deputado Gerson Bergher. Fui subprefeita de Copacabana e administradora regional da Maré. Estou no meu quarto mandato parlamentar, e sou reconhecida como uma fiscalizadora implacável do orçamento municipal do executivo, além de presidir hoje com muito êxito a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos na Câmara Municipal do Rio.

0 comentário em “INTERNAÇÃO INVOLUNTÁRIA EM DEBATE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s