Considero que o abandono das pessoas em situação de rua seja um dos maiores desafios a ser enfrentado pelo Poder Público. Problema de décadas, que não pode ser atribuído a atual gestão, ou mesmo a Crivella. São seres humanos invisíveis aos olhos de nossos governantes. O curioso é que na semana passada, a Câmara Municipal manteve o veto do Prefeito a um Projeto de Lei que proibia a colocação de cacos de vidros, ou objetos pontiagudos embaixo de viadutos, o que, consequentemente, iriam impedir que vulneráveis usem o espaço para se abrigar, especialmente do frio e da chuva.
Será que o Prefeito e boa parte dos vereadores pensam que esta é a solução, ou que resolveram alguma coisa? São milhares de dependentes químicos e doentes mentais sem nenhum atendimento, e tantos outros desempregados sem ter onde morar e entregues à própria sorte. Sem investimento em políticas públicas de acolhimento digno, como saúde e moradia, o problema não tem solução. Estão apenas enxugando gelo.

#populaçãoderua #estamosdeolho #vamoscobrar #riodejaneiro #rj  #teresabergher #vereadoradoRio #garraecoragememdefesadoRio

Professora por formação, comecei a fazer política há 35 anos, ao lado do meu marido, o falecido deputado Gerson Bergher. Fui subprefeita de Copacabana e administradora regional da Maré. Estou no meu quarto mandato parlamentar, e sou reconhecida como uma fiscalizadora implacável do orçamento municipal do executivo, além de presidir hoje com muito êxito a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos na Câmara Municipal do Rio.

0 comentário em “O ABANDONO DE SEMPRE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s