Alerta Direitos Humanos Judaísmo Teresa Bergher

ABSURDA QUEBRA DE DECORO

Inconcebível que um parlamento aceite que um vereador – ainda que protegido pela imunidade parlamentar, ofenda e discrimine covardemente um colega e o povo ao qual ele pertence. Encaminhei ofício de repúdio ao presidente da Câmara Municipal de São Paulo contra o vereador Adilson Amado, que chamou o colega Daniel Annenberg de “judeu filho da puta”. Cometeu crime racial e quebra de decoro parlamentar, o que deveria ser encaminhado ao Conselho de Ética da instituição. Péssimo exemplo, ainda mais tratando-se de um parlamentar que deveria preservar a ética e o cumprimento da lei, jamais a disseminação do ódio e da intolerância.
(Ofício disponível nos Stories 😉)

#nãoaopreconceito #ofensa #discriminação #crimeracial #estamosdeolho #teresabergher #vereadoradoRio #garraecoragememdefesadoRio

Professora por formação, comecei a fazer política há 35 anos, ao lado do meu marido, o falecido deputado Gerson Bergher. Fui subprefeita de Copacabana e administradora regional da Maré. Estou no meu quarto mandato parlamentar, e sou reconhecida como uma fiscalizadora implacável do orçamento municipal do executivo, além de presidir hoje com muito êxito a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos na Câmara Municipal do Rio.

0 comentário em “ABSURDA QUEBRA DE DECORO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s