Vamos encaminhar uma representação ao Ministério Público pedindo o cancelamento desse aumento da tarifa dos ônibus. Também encaminharemos um requerimento ao TCM, solicitando uma inspeção no contrato, que certamente irá demonstrar que o prefeito não tem base legal para aplicar um reajuste de 12% na tarifa, num intervalo de apenas sete meses, contrariando assim, o acordo firmado entre as partes que prevê reajuste anual. Não vamos admitir que as empresas de ônibus repassem para o cidadão a cobrança de 2% do ISS, aprovado na Câmara Municipal há pouco mais de um mês. Até então, as concessionárias pagavam simbolicamente 0,01% desse imposto. Um privilégio que precisava ser corrigido, principalmente diante dos péssimos serviços prestados à população.

#nãoaoaumentonastarifasdenibus #fiscalização #aumentoabusivo #transportepúblico

#empresasdeônibus #ônibus #riodejaneiro #rj#estamosdeolho #teresabergher 

#vereadoradoRio #garraecoragememdefesadoRio

Professora por formação, comecei a fazer política há 35 anos, ao lado do meu marido, o falecido deputado Gerson Bergher. Fui subprefeita de Copacabana e administradora regional da Maré. Estou no meu quarto mandato parlamentar, e sou reconhecida como uma fiscalizadora implacável do orçamento municipal do executivo, além de presidir hoje com muito êxito a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos na Câmara Municipal do Rio.

0 comentário em “Inaceitável!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s